A Cantata O Conquistador é baseada na biografia de D. Afonso Henriques e suas peripécias; nas suas desavenças com a sua mãe (D. Teresa); no seu aio fiel (Egas Moniz) e nas suas mulheres (a legítima D. Mafalda e… as outras). Esta cantata poderia contar uma encantadora história de ficção mas, por “coincidência”, apresenta-nos de uma forma lúdica e transversal a todas as idades a história da fundação de Portugal. Contada (e cantada) por 4 cantores e uma orquestra sinfónica, é mais um dos entusiasmantes Concertos Interativos da Orquestra Didática da Foco Musical onde a plateia desempenhará um papel interventivo imprescindível.

O género musical representado – cantata – permite-nos abordar a sistematização das vozes humanas, uma vez que as 4 personagens principais estão escritas para 4 tipos de vozes diferentes (soprano, contralto, tenor e baixo). Esta cantata em concreto promove o reforço da sistematização da orquestra por famílias uma vez que a sua instrumentação se baseia na organização sinfónica tradicional.Procura-se assim que fiquemos a saber distinguir as vozes presentes, a conhecer a orquestra, os seus instrumentos e a sua classificação e, claro está, um pouco do princípio da nossa história enquanto país!

música Jorge Salgueiro

libreto Risoleta Pinto Pedro

figurinos Alunos da Esc. Sec. António Arroio (cantores) e Wigam (orquestra)

cenografia Kim Cachopo

interpretação Orquestra Didática da Foco Musical